quarta-feira, 13 de abril de 2011

1kg de feijão fradinho quebrado, 300g de cebola, 1 colher de chá de gengibre ralado, 1 dente de alho, 1 colher de sobremesa de sal , 1L de dendê para fritar. Esses são os ingredientes para o preparo do acarajé.


 Você já comeu  acarajé? Mas tem que ser daqueles com muita pimenta, entupido de camarão e que só o cheiro te deixa com muita água na boca...huuummm preciso me recompor, (um balde por favor, estou com muita água na boca.)
Pois é meu povo, o acarajé é um dos mais, se não o mais típico dos pratos da culinária baiana, Ele é aquela coisa que todo baiano(ou pelo menos os mais arretados) já comeu, adora comer e olha com cara feia para quem disser que não gosta.
ÔOOO bixo gostoooso viu?!

O acarajé na África é chamado de Akàrà que significa bola de fogo, enquanto  possui o significado de comer. No Brasil as duas palavras foram unidas. ACARAJÉ.(bola de fogo para comer).
Sua origem é explicada por um mito sobre a relação de Xangô com suas esposas, Oxum e Iansã. O bolinho maravilhoso, se tornou oferenda à esses orixás.

Mesmo ao ser vendido nun contexto profano, o acarajé ainda é considerado pelas baiana, como uma comida “sagrada”.

Obs: O abará tem a mesma massa que o acarajé: a única diferença é que o abará é cozido, enquanto o acarajé é frito.


 Vai um acarajé aí? Mas tem que ser com pimenta., Proximo post, prometo alguma coisa sobre os Orixás. 
Um Xeiro e muito Axé!
\o/




3 comentários:

  1. Agora pronto! Vou aproveitar que ganhei panelas novas e vamos produzir essa delícia aqui.. Confesso que fiquei com água na boca pra provar dessa especiaria baiana. Sem dúvida, a Bahia é apaixonante... e as baianas, mais ainda! HAHA

    ResponderExcluir
  2. Faltou a receita do recheio, o delicioso vatapá para completar esta delícia.Segue aí uma receita bem básica e fácil
    Ingredientes:
    •500g de camarão seco
    •2 litros de leite de coco (de preferência natural)

    •150g de amendoim torrado e sem a pele
    •150g de castanha de caju
    •½ molho de cheiro verde
    •½ molho de coentro
    •4 tomates picados
    •2 cebolas grandes picadas
    •2 xícaras de azeite de dendê
    •1 colher de azeite de oliva
    •3 xícaras de farinha de trigo ou aproximadamente 10 pães franceses amanhecidos
    •sal
    •1 pequeno pedaço de gengibre ralado
    Limpe os camarões, tirando a calda e a cabeça, separando a metade. Bata no liqüidificador o amendoim, as castanhas e metade dos camarões até virar uma farofa homogênea. Dissolva a farinha de trigo em ½ litro de leite de coco frio. Se estiver usando pão, coloque de molho na mesma quantidade de leite de coco. Coloque o restante do leite de coco na panela. Bata os temperos no liqüidificador, coloque a panela no fogo e acrescente a farinha dissolvida, ou os pães., os temperos batidos e a farofa de camarão, amendoim e castanha. Não pare de mexer para não embolar. Acrescente o dendê, o azeite de oliva a outra metade dos camarões inteiros, o sal e o gengibre. Continue a mexer até ferver bem. O vatapá deve ficar com uma consistência firme, mas cremosa. Se ficar muito duro, acrescente mais leite de coco, se ficar muito mole, acrescente mais farinha de trigo ou pão.

    Axé!

    ResponderExcluir
  3. Acarajé sal do mal; sabor do mistério africano e da resistência. A massa saboreia a massa, o óleo dendê é o sangue que escorre eternamente das guilhetas dos ultimos escravos.
    Belo post.

    Marcelo Portuária
    Visite: alfarrabiosdeoutrora.blogspot.com
    cidadaniadoscapitais.blogspot.com

    ResponderExcluir

Total de visualizações de página

Labels

Seguir por email